Viagem às estrelas…

“O sonho pertence a todos. Porém, somente alguns o colocam em prática…”

Meu sonho sempre foi conhecer o espaço e seus mistérios. Minha vida inteira passei a imaginar sobre o que existiria no fundo inexplorado daquela imensidão negra que se erguia sob minha cabeça. Hoje tenho a oportunidade de conhecer isso de perto…

Meu nome é Jhens Luzz, filho mais velho de uma pequena família de fazendeiros do norte, primeiro colocado nos testes de requisição para se tornar o primeiro explorador do cosmos. O melhor e mais preparado representante de toda uma raça.

Meu Planeta se localiza num sistema solar pequeno e afastado do centro da galáxia, gira em torno de uma imensa estrela amarela e possui um satélite natural quase tão grande quanto ele. Minha raça é formada por criaturas ingênuas e sonhadoras, e o traço mais conceituado é o espírito de aventura, característica que tenho de sobra e que me permitiu chegar onde estou.

A história de meu povo se iniciou logo após o grande cataclisma, nossa raça emergiu das águas poluídas pelas guerras nucleares de nossos antepassados espirituais e aprendeu com as mutações que recebemos.

Um novo sistema de locomoção nos permitiu atravessar largas faixas de lugares sem água e nossa inteligência nos permitiu descobrir a razão de tanta destruição.

Nós possuímos uma crença única, esta crença está ligada a transitoriedade da alma, a evolução da energia bioelétrica consciente quando o corpo cessa seu desenvolvimento. No entanto, a raça que habitou as terras secas era belicosa e desconfiada. Apesar de alguns exemplares serem nossos amigos e companheiros a maioria não tinha consciência de sua posição no desenvolvimento do mundo.

Os órgãos manipuladores que surgiram de nossos antigos braços nos permitiram entender e verificar o que causou seu desaparecimento. Por séculos nos singramos os mares e descobrimos seus segredos, por séculos nossos irmãos do seco vagaram por estepes e planícies também expandindo sua capacidade mental e espiritual. No entanto nós tivemos o meio completo para alcançar a plenitude da alma, enquanto eles se perderam e iniciarão uma era de guerras e batalhas.

Alguns da raça alcançaram a plenitude e comungarão em espírito conosco, outros se perderam no processo e nos atacavam numa fúria vingativa. Porém no quarto milênio de existência, nosso povo estava reduzido e escondido quando ocorreu a guerra final deles. Adultos e Crianças, Jovens e velhos morreram em agonia e nossas almas choraram por isso.

Alguns mais elevados espiritualmente deixaram nosso planeta em direção de algum lugar melhor, o resto sumiu completamente. Deles só restaram o pó de suas cidades e alguns exemplares de sua tecnologia. Por séculos meu povo teve a liberdade de se expandir e viver. Agora, como nosso fortuito desenvolvimento para fora de nosso lar nas águas nós buscamos alçar para um novo oceano. Um oceano formado por estrelas e sóis, por mistérios e verdades incríveis.

Eu tenho a missão de comandar a primeira nave exploradora para fora de nosso planeta, o planeta conhecido pelos antigos como Terra. Eu terei a honra da missão de buscar aqueles irmãos que um dia abandonaram seu planeta natal.

Trazendo-os de volta, nós mostraremos como recuperamos todo o estrago que foi cometido e novamente poderemos nos unir no desenvolvimento mútuo em busca da elevação espiritual. Já recebi de nossos anciões e dos irmãos marinhos a benção. Agora só falta vestir meu uniforme e arriscar nadar em águas mais profundas.

Devo encontrar os últimos humanos que deixaram o planeta, e lhes mostrar que seus irmãos, os golfinhos estão ansiosos por tê-los de volta.


“Diz a lenda que quando os golfinhos morrem e elevam-se espiritualmente eles se tornam baleias. No entanto, se ele morre e regride, ele se torna um ser humano…”

Creative Commons License
Viagem às estrelas. by JBAlves is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.