Posts

, , ,

Para refletir…

Um escritor amigo meu comentou algumas palavras poderosas hoje. Ele disse:

“Fiz um trabalho social em Kibera, uma comunidade no Quênia, considerada hoje a maior favela do mundo. Foi lá que comecei a perceber que as desgraças de Angola são miúdas na realidade de muita gente. Nunca mais lamentei pelo pouco que tenho. Pela família abençoada em que fui nascido. Pela guerra que acabou no meu país… Se você acha que sofre, então tira um tempo da sua vida e passa pelo Sudão, Somália, Kenya… Visite os países da África Central.”

 

Esse comentário me fez refletir e ter certeza que também sou abençoado pela família que tenho, pelas oportunidades que me aparecem todos os dias e pelos contos e livros que tenho a chance de escrever.

Sendo assim, não vou ficar preocupado com o que pode ou não acontecer com a política mundial. Ou mesmo com o que os outros ficam falando por aí. Vou ficar preocupado por aquilo que posso ou não realizar, principalmente tendo tudo o que tenho hoje.

E tenho dito!

* Kibera é o nome de uma comunidade localizada no Quênia. É considerara a maior favela do mundo, com cerca de 2,5 milhões de habitantes. Este assentamento informal é o lar de um quarto da população da capital de Nairóbi e é composta de 12 municípios que são flagelados pelos mesmos problemas de pobreza, sanitarismo precário e saúde ambiental, “construções temporárias” e HIV/Aids pandêmica.

,

Para refletir…

 …

A vida é breve.
Nada vence o tempo.

As memórias desvanecem.
Nada perdura.

Apenas o pouco que criamos pode continuar.
Como um eco, um reflexo.

Uma sombra do que se foi.

 …

 

,

Wolfsong

Uma mãe lobo invade a toca de um caçador e leva de volta seu filhote.
Ela só não consegue imaginar que ele agora, não passa de mais um troféu imóvel e sem vida.
Eis aqui uma animação emocionante.

Créditos:
Música de Denny Schneidemesser (dennyschneidemesser.com)
Oboe por Kristin Naigus
Som por Glenn Hafagre
vozes por Lucien Dodge e Karen Kahler

 

 

Emocionou? Ficou inspirado?
Então compartilhe e reflita…

 

, ,

Conheça o grupo internacional LITERATVS!

O ChamadoRecentemente fui convidado e aceitei participar de um grupo de escritores chamado Literatvs. Um grupo internacional de escritores lusófonos que tem por missão auxiliar, incentivar e despertar o potencial interior de cada escritor, independente de gênero, auxiliando-o em seu desenvolvimento.

O projeto visa também criar centros de discussões saudáveis, construtivas sobre obras de seus próprios membros, sempre com o espírito de fraternidade, respeitando a liberdade individual.

Ficou interessado? Então clique nos links abaixo e, boa leitura!

Acompanhe nossa página no FACEBOOK.
Veja nossas fotos no INSTAGRAM.
Leia nossos textos no WATTPAD.

 

,

Preso, apenas com uma estática na garganta.

Me sinto preso. Sentindo apenas uma estática na garganta.
E não sinto mais nada além disso.
Nem a esperança e nem a liberdade de antes.
Apenas o desejo de consumir os bens que me consomem.

Assim, preso e murcho, eu só consigo observar aquele absorver da vida.
Que suga tanto aqueles que amo, como aqueles que odeio.
Apenas deixando a pior metade de cada um.

Uma metade incompleta que se arrasta e espera.
Batendo cabeças sem olhar nos olhos dos outros.
Presa apenas no palpitar da noite que sussurra o medo
e silencia o coração.

Leia mais

,

Rachaduras / Cracks

Rachaduras são importantes. Elas nos lembram que as coisas não são eternas. Tudo se esvai. O ano some nas folhas rasgadas do calendário, a vida volta ao pó nas cicatrizes e tudo mais termina e some nas rachaduras.

..

Cracks are important. They remind us that things are not eternal. Everything is decaying. The year fades away in some torn pages of the calendar, life returns to dust between the scars and everything ends and disappears into the cracks.

, ,

Porque escrevo?

Porque escrevo? Escrevo porque isso me abre meus olhos para um universo muito maior, e isso me deixa um pouco mais vivo e um pouco mais alerta, sempre.

Eu estava pensando justamente nisso quando encontrei uma bela declaração que falava um pouco mais sobre isso. Com vocês, algumas palavras de Mario Bortoloto, um escritor e dramaturgo que muito admiro. 😉

Mario-Bortolloto

Leia mais

, , ,

PORCELAIN UNICORN

O filme da semana foi vencedor do grande prêmio Philips Parallel Lines da competição internacional “Tell It Your Way” de 2010.

Para concorrer o curta-metragem precisa atender aos seguintes requisitos:

– Não ter mais do que três minutos de duração;
– Deve ser o mais cinematográfico possível;
– Ele deve apresentar os seguintes  diálogos e nenhuma outra linha:

“o que é isso?”, “É um unicórnio”, “Nunca vi um de perto antes”, “Beautiful”, “se afaste, se afaste”, “Me desculpe.” Leia mais

,

Nunca pare de escrever…

20151011_173611

Deixe a letra correr. Deixe a imaginação fluir.

Pode parecer que a vida nunca vai parar. Você pode agora, até se sentir o imortal.

Mas, até mesmo as idéias e as lembranças um dia morrem.

Por isso.

Deixe a letra correr. Deixe a imaginação fluir…

,

Teclas

teclas

 

 

“O simples ato de escrever
é um desatino desproporcional.

Um remendar de palavras
ou mesmo um encaixe de sentimentos
Onde a ferramenta utilizada
realmente não importa.
Seja ela lápis, tinta, tecla ou tela.
Só é preciso o peso de um coração
e muita transpiração.
Para nos afastar do esquecimento
Que existe no simples ato de escrever”.