O que palhaços e vampiros têm em comum?

O que palhaços e vampiros têm em comum? A resposta está na peça “Drácula de Bram Stoker”, que estreiou no dia 04 de março as 20hs, no Teatro Zaqueu de Melo. Eu fui assistir no dia 06 e recomendo! A montagem é do Circo de Palhaços do Picolino, grupo fundado há 11 anos pelo ator e diretor Ricardo Queirolo, o famoso Palhaço Picolino.

Para o diretor do espetáculo, Luiz Eduardo Pires, palhaços e vampiros se parecem mais do que achamos. “O palhaço é uma figura enigmática. Ele pode habitar qualquer mundo e carrega uma máscara que nem sempre é agradável. E o vampiro tem o seu humor, o seu lado cômico. Ele não é de todo mau. É mais amaldiçoado do que maldoso. As pessoas vão dar risada e sentir medo em alguns momentos. Nem sempre as crianças riem dos palhaços e têm medo de vampiros; às vezes, acontece o contrário. “Drácula” vai brincar com essa ambiguidade”.

O papel principal será interpretado por Remir Trautwein (ou Palhaço Bola de Gude). O elenco reúne ainda Luis Henrique Silva(Palhaço Arnica), Simone Andrade( Palhaça Alpha Bala), Edna Aguiar (Palhaça Broa), Danilo do Amaral(Palhaço Damisco), Andrea Pimenta ( Palhaça Malagueta)e Guilherme Kirchheim ( Palhaço Sabugo).

Serviço – Peça “Drácula de Bram Stoker”, com o Circo de Palhaços do Picolino. Estreia 04 de março (quinta-feira), às 20 horas, no Teatro Zaqueu de Melo (Londrina, PR – Av. Rio de Janeiro, 413). Temporada até 28 de março (quinta a domingo). Ingressos: R$ 10,0 e R$ 5,00.