MORTE PARA OS MORTOS…

Andamos pelas sombras,
Escondendo nossos medos.

Vivemos nossas mortes,
Devorando os vivos.

Escutamos os fantasmas,
Temendo nossos pais.

Mesmo mortos eles estão voltando,
Mesmo mortos temos medo.

O início do fim está próximo,
A guerra eterna se esvai em sangue.

Os humanos nascem para a morte,
A morte é nossa mãe.

Andamos pelas sombras,
Fugindo do Sol.

Escondemos nossos medos,
Culpando a nós mesmos.

É o retorno de nossos pais,
A Terra se afoga em sangue.

Enfim, os mortos podem descansar…

“A guerra dos vampiros, sua necessidade por sangue e seus patriarcas são lendas humanas embaladas em sensualidade e violência; pecado e desejo; escolha e insensatez. Todo o que mais desejamos possuir”.