, , , ,

Ficção Científica, Fantasia e Poesia. Qual a relação?

writing-arts-fountain-pen

Recentemente me perguntaram qual seria a relação entre a Ficção Científica, a Fantasia e a Poesia.

Expliquei no Sobre a Página que a Poesia retrata algo que depende da imaginação e do sentimento do autor e do leitor, compreendendo aspectos metafísicos e da possibilidade desses elementos transcenderem ao mundo de fato. Mesmo assim essa explicação não me pareceu suficiente então resolvi desenvolver um pouco mais.

William Blake Eve Tempted by the Serpent

“Tigre, tigre que flamejas.
Nas florestas da noite.
Que mão que olho imortal.
Se atreveu a plasmar tua terrível simetria?”

William Blake

Para muitos, se retirarmos a poesia da equação aparentemente a explicação parece ficar mais “simples” pois enquanto a ficção científica é um estilo literário que discute situações sociais, avanços ou atrasos que sejam derivados mediante o uso de uma determinada tecnologia, a fantasia apresenta ambientes e situações impossíveis de serem explicadas por alguma base cientifica, inclusive com a utilização de mitos, lendas ou mesmo lugares imaginários.

E a poesia? Onde entra a poesia nesse grande equação?  E quando digo equação eu não me refiro apenas ao site. Eu me refiro a ligação da Poesia com os outros estilos literários.

(Ficção Científica + Fantasia) Poesia = Criador de Mundos

Para mim, a poesia sempre foi o combustível que inspirou os foguetes e os robôs criados por Isaac Asimov. Da mesma maneira, foi através da poesia que J.K. Rowling explicou a relação da magia e de todos os grandes poderes apresentados nos livros de Harry Potter.

Enfim, é a visão poética de cada escritor que permite a criação de seres estranhos e mundos infinitos.

“É apenas isto: se você vai ser humano,
tem um monte de coisas no pacote. sandman8-300x222

Olhos, um coração, dias e vida.
Mas são os momentos que iluminam tudo.

O tempo que você não nota que está passando…
é isso que faz o resto valer.”

Morte & Sonho (Neil Gaiman)

Para entender melhor essa afirmação devemos refletir que o poema é o texto, a organização e a estrutura das palavras que quando colocada no papel forma algo chamado poesia. Poesia é a qualidade “poética” de um texto, obra de arte ou mesmo de uma situação. Um personagem heróico que se afasta ao por de sol poderia representar uma imagem poética para algumas pessoas.

Sendo assim, poesia está em quem a sente, está dentro de você e de mim. Ou seja, enquanto o poema é o texto, a poesia não pode existir por si mesma, ela depende de alguém que a sinta através de suas experiências e interpretações, através da sua visão de mundo.

Veja por exemplo uma das poesias do grande J.R.R. Tolkien, autor dos livros O Senhor dos Anéis e O Hobbit:

“A Estrada em frente vai seguindofoto-bilbo-filme-o-hobbit
Deixando a porta onde começa
Agora longe já vai indo
Devo seguir, nada me impeça

Por seus encalços vão meus pés
Até a junçao com a grande Estrada
De muitas sendas através
Que vem depois? Não sei mais nada…”

Bilbo Bolseiro (J.R.R.Tolkien)

 

Tolkien usou das poesias e canções para demonstrar os sentimentos e as sensações de seus personagens. E da mesma maneira, outros grandes escritores usaram da poesia para acender a imaginação e aquecer o coração de cada leitor.

É por isso que, considero a poesia um dos três grandes criadores de mundos. Enquanto a fantasia cria dragões e a ficção científica aliens, é na poesia que nasce a conexão e o reconhecimento de cada novo personagem e de cada estranho cenário existente em cada novo livro que tempos contato. Enfim, escrever ou ler uma história que mexe com nossa imaginação é com certeza um ato humano muito poético.

Sendo assim, ligue o som alto e aproveite a música Space Oddity de David Bowie.

Esse também é um grande exemplo de como a poesia desperta sonhos e cria emoções! 😉

 

 

“Para você, um robô é um robô. asimov-robot
Engrenagens e metal; eletricidade e posítrons.

Mente e ferro! Feitos pelo homem!
Caso necessário, destruilos pelo homem!

Mas você não trabalhou com eles,
de modo que não os conhece.

São uma raça mais limpa e melhor do que a nossa”.

Isaac Asimov

 

Gostou do texto? Comente!
Não gostou do texto? Comente também! :)

E segue abaixo mais algumas sugestões de leitura:

Porque devemos ler histórias de Fantasia?
Por que devemos respeitar as histórias de Ficção Científica?
Só nos resta um olhar.
Giz para o coração.
Shodô
3 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Comente aqui suas impressões!