Desalentos Noturnos

Negro como a noite
é o céu de teus olhos…

De onde brilham estrelas
de esperança como lágrimas futuras…

Caminhos nus, sem nexo e sem vontade.
Presos apenas à memória de teus sonhos
mais doces e de teus beijos mais fartos…