, , , , ,

Conheça um pouco mais sobre a Antologia Poderes!

Prezados leitores e escritores. Gostaria que comentar a todos sobre uma antologia chamada Poderes, organizado pelo escritor Davi Paiva. Um projeto que já conta com o apoio da Darda Editora. 

Eu pretendo participar e já estou escrevendo um conto sobre um personagem que tem a capacidade de viajar entre realidades alternativas.

Uma realidade alternativa ou um mundo paralelo é, na ficção científica e na fantasia, um universo alternativo diferente do mundo familiar em que vivemos. Muitos escritores já criaram novos e completos universos, ou mesmo, vários universos formando um Multiverso.

narnia

Mesmo um armário pode ser a porta para um outro mundo.

O conceito de Multiverso atualmente é muito discutido nas teorias da Física Quântica, e engloba também várias ideias oriundas da Teoria da Relatividade criando assim um cenário em que pode ser possível a existência de inúmeros Universos onde, em escala global, todas as probabilidades e combinações sejam possíveis.

A fantasia há muito tomou emprestada a ideia de outros mundos a partir da mitologia, em lendas e na religião. Céu, Inferno, Olimpo, Valhala, são todos universos alternativos diferentes do mundo familiar em que vivemos. Obras de  Ficção e Fantasia moderna frequentemente apresentam outros planos de existência onde as leis da natureza podem ser diferentes do nosso mundo “mundano”, permitindo a existência de poderes sobrenaturais ou mesmo da magia.

Nas Crônicas de Narnia de C.S. Lewis, um grupo de crianças viaja para outras dimensões a partir de um armário mágico. O filme O Labirinto do Fauno de Guillermo Del Toro, mistura a dura realidade da guerra com um mundo de conto de fadas.

fables

Inúmeros mundos, inúmeras fantasias…

Os contos de HP Lovecraft sempre falam de dimensões paralelas habitadas por criaturas tão horrendas que são capazes de nos deixar loucos. E mesmo os quadrinhos Fábulas (Fables, no original), criada por Bill Willingham e publicada pelo selo Vertigo, nos apresenta vários personagens dos contos de fadas e folclore que viajaram de mundos paralelos para clandestinamente, criar uma comunidade conhecida como Cidade das Fábulas bem no meio de Nova York.

No entanto, a minha grande inspiração foi uma palestra ministrada em 1977 por Philip K. Dick, um dos grandes mestres da Ficção Científica. Na palestra ele implica sobre a existência de outras realidades, e foi exatamente essa passagem que os criadores do Filme Matrix utilizaram pra criar o conceito do filme.

Veja parte da palestra:

Agora, deixando de falar do meu conto,  segue abaixo o edital e o regulamento para quem estiver interessado em escrever sobre pessoas extraordinárias capazes de feitos muito além daqueles contidos em nossa dimensão. 😉

……

Antologia “Poderes” — edital e regulamento

1. SOBRE O FORMATO DO TEXTO

1.1. O autor é livre para escolher o formato com o qual estiver mais familiarizado. Contudo, quando eu for ler e dar a devolutiva, deixarei no formato ABNT: margens superior e esquerda com 3 cm e direita com 2 cm, além de Arial 12 com espaçamento de 1,5 pt. Aqueles que quiserem já escrever neste formato já estarão dando um adiantamento. De qualquer forma, quem não escrever nele não será penalizado;
1.2. De preferência arquivo precisa estar .doc ou .rtf para que eu possa editar e comentar. Formato em PDF não será aceito;
1.3. O limite de caracteres é de até 10 mil toques contando os espaços (em casos mais extremos, 10.999 toques contando os espaços). Para aqueles que escrevem textos mais longos, aconselho-os a montar equipes para leitura e avaliação dos seus textos (leitores Beta);

2. SOBRE O TEMA
2.1. O tema da antologia será sobre pessoas com habilidades extraordinárias ou poderes no mundo em que vivemos;
2.1.1. Subentenda-se “habilidade extraordinária” qualquer façanha realizada por pessoas no mundo em que vivemos. Podemos colocar como exemplo os esportistas com pré-disposição para a prática que exercem e superam recordes com frequência, bem como pessoas com outras habilidades como grande capacidade de memorização, sentidos aguçados (muito comum em deficientes visuais), imunidade a dor, etc.
2.1.2. Subentenda-se “poderes” qualquer habilidade que a ficção e a fantasia nos oferece: voo, superforça, supervelocidade, telepatia, telecinese, teleporte, etc.
2.1.3. Subentenda-se “mundo em que vivemos” como a Terra em qualquer período histórico ou localidade, desde que bem descritas. Pode ser a Nova York do século XXI, o Brasil na ditadura militar, Japão feudal ou outra localidade/época que vocês possam retratar com eficácia. A meta é aproximar a literatura dos leitores e mostrar que o mundo em que eles vivem pode ser palco de situações que exigem reflexão ou que causem emoção.
2.2. Os indivíduos são livres para usar as habilidades como quiserem. Eles podem ganhar a vida com seus dons, ajudar a sua comunidade ou até mesmo virarem heróis ou criminosos reconhecidos. Exemplos:
2.2.1. Um rapaz percebe que tem uma capacidade sobrenatural de persuasão e vive pedindo aos outros tudo que precisa para viver;
2.2.2. Um idoso adquire o dom de rejuvenescer em alguns minutos e pratica assaltos, voltando a ficar velho para não ser reconhecido;
2.2.3. Um jovem com o poder de controlar máquinas faz saques de caixas eletrônicos de um banco corrupto e distribui o dinheiro com moradores de rua;
2.2.4. Uma garota descobre que consegue curar pessoas e faz de tudo para se tornar médica.
2.3. A forma como as pessoas adquiriram os poderes vai da criatividade de cada um: traumas, treino, habilidade hereditária, manifestação sonâmbula, alucinação com o uso de drogas, etc.;

3. SOBRE O CONTEÚDO DOS TEXTOS
3.1. Os textos podem falar de temas polêmicos ou tidos como tabu como sexo e violência DESDE QUE descritos de forma amena. Um assassinato, por exemplo, pode ocorrer em qualquer conto desde que não seja descrito com detalhes. A mesma ocorreria com uma cena de sexo. Uma coisa é dizer que alguém foi para a cama com uma pessoa. A outra coisa é dizer como foi toda a cena, por exemplo;
3.1.1. Esta medida tem por objetivo tornar o livro passível de ser lido pela maior quantidade possível de público, além de respeitar a ética uma vez que há chances de termos autores menores de idade participando da antologia.
3.2. Palavras de baixo calão serão permitidas. Todavia, poderão ser excluídas se consideradas excessivas e o autor será informado disso nos feedbacks.

4. SOBRE A QUANTIDADE DE TEXTOS POR AUTOR
4.1. Cada participante poderá mandar apenas um texto. Não tenho noção da proporção desse projeto e prefiro não dar passos maiores que as pernas. Será a minha primeira organização e espero fazer um serviço do qual todos possam se orgulhar;
4.1.1. Sinopses podem ser enviadas em quantidades ilimitadas, pois são mais fáceis de serem trabalhadas;

5. SOBRE A QUANTIDADE DE TEXTOS NA ANTOLOGIA
5.1. Algumas antologias são feitas com textos de pessoas muito amigas do organizador, o que deixa claro o favoritismo. Outras incluem o maior número possível de textos para que os cabeças do projeto possam ter o maior lucro possível. Apesar de muitos serem colegas de antologias passadas e outros serem verdadeiros amigos, vou procurar aprovar uma quantidade justa de textos para que possamos ter um trabalho agradável de ser lido.

6. SOBRE O PRAZO E O MÉTODO DE ENVIO
6.1. O envio será feito ao meu e-mail pessoal: davi_paiv@hotmail.com. No campo do assunto, vocês irão escrever “Antologia Poderes – Conto para avaliação” e colocar o assunto. No corpo do e-mail, escrevam o nome de vocês, nome com o qual desejam publicar e data de nascimento. Menores de idade deverão incluir os dados dos responsáveis (nome completo).
6.2. O prazo é do dia 01/03/2015 até as 23h59 de 01/09/2015. Como podem ver, é bastante tempo para aquisição de livros de escrita, consulta de material indicado para compreensão do tema e para aqueles que estudam, engloba as férias do meio do ano. E para aqueles que trabalham ou possuem família para cuidar, são seis meses. É um prazo mais que justo para envio e diálogo dos feedbacks;
6.2.1. É estudada a probabilidade de prorrogação de prazo. A mesma será divulgada em um grupo que montei para discutirmos as pautas da antologia. Interessados devem me adicionar no Facebook:https://www.facebook.com/davipaivaescritor

7. SOBRE A LISTA DE APROVADOS
7.1. A lista de aprovados sairá em até 90 dias do fim do prazo e será divulgada em minha página pessoal do Facebook, além do blog Detonerds. (http://detonerds.blogspot.com.br).

8. SOBRE A PUBLICAÇÃO
8.1. A editora com a qual publicaremos será a Darda Editora. Informações sobre a mesma podem ser acessadas aqui: http://dardaeditora.com.br/

9. MATERIAIS INDICADOS PARA LEITURA
9.1. São poucas as editoras que se preocupam em formar os escritores. E também são poucos os organizadores que procuram dar materiais de orientação sobre sua antologia. Então pretendo fazer duas linhas de frente sendo a primeira de materiais para indicação sobre o gênero conto e técnicas de escrita. E a segunda linha é sobre o tema.
9.1.1. Os materiais para estudos sobre técnica de escrita são:
– Blog Overshock com a coluna “A Oficina”:http://www.overshockblog.com.br/search/label/A%20Oficina
– GOTLIB, Nádia Battella. TEORIA DO CONTO. São Paulo. Ática, 2004;
– KOHAN, Silvia Adela. COMO ESCREVER DIÁLOGOS. Belo Horizonte. Gutenberg, 2013;
– KOHAN, Silvia Adela. COMO NARRAR UMA HISTÓRIA. Belo Horizonte. Gutenberg, 2013;
– KOHAN, Silvia Adela. OS SEGREDOS DA CRIATIVIDADE. Belo Horizonte. Gutenberg, 2013;
– MARIA, Luzia de. O QUE É CONTO. São Paulo. Brasiliense, 1992.
– MORETTO, Marco Antonio Palermo. ESCREVER CONTOS NÃO É UM BICHO-DE-SETE-CABEÇAS. Rio de Janeiro. Ciência Moderna, 2009;
– Nerdcast 215 sobre a profissão autor: http://jovemnerd.com.br/nerdcast/nerdcast-215-profissao-autor/
– Série de livros Book-in-a-box da DVS Editora (ordem de leitura: Mario H. Prado, Nano Fregonese, Camila Piettro, Luiz Carlos Osório e Tony Correia);
– Site da autora Ronize Aline: http://www.ronizealine.com/
– VOGLER, Christopher. A JORNADA DO ESCRITOR 2ª Ed. Rio de Janeiro. Nova Fronteira, 2006;
9.1.2. Os materiais para estudo da compreensão do tema são:
– Akira (anime ou mangá);
– Death Note (anime ou mangá);
– Dexter (livro ou seriado);
– Guerra Civil (HQ da Marvel);
– Hancock (filme);
– Heróis (filme, também conhecido como Push);
– Kick-Ass 1 e 2 (filme ou HQ, sendo que já lançaram a HQ Kick Ass 3);
– Nerdcast 298 sobre ficção científica: http://jovemnerd.com.br/nerdcast/nerdcast-298-a-genese-e-os-genios-da-ficcao-cientifica/
– Rapaduracast sobre heróis: http://cinemacomrapadura.com.br/rapaduracast-podcast/5708/rapaduracast-199-nossos-herois/
– Seriados sobre super-heróis como Heroes, Flash, Arrow e Smallville ou que envolvam situações similares tal qual Arquivo X ou Supernatural;
– Watchmen (filme ou HQ);
9.1.2.1. Creio que com tais indicações, os participantes já tenham uma noção daquilo que é esperado. Caso queiram fazer uma pesquisa por conta própria ou procurar seguir outras temáticas interessantíssimas (o preconceito retratado nos filmes e HQs dos X-Men ou a rebelião contra o governo da HQ/filme em desenho animado Batman O Cavaleiro das Trevas), fiquem a vontade.

10. SOBRE RECLAMAÇÕES, CRÍTICAS E SUGESTÕES
10.1. Todas as opiniões serão atendidas se enviadas pelo canal correto: e-mail paradavi_paiv@hotmail.com com o título “Antologia Poderes – Reclamação/Crítica/Sugestão”. No entanto, não pretendo entrar em discussões acirradas com ninguém. Também tenho o meu ponto de vista a defender.

11. EXPANSÃO DO PROJETO
11.1. Postarei aqui no blog Detonerds alguns artigos sobre o tema poderes, heróis e vilões. Recomendo a todos que acompanhem pelo menos uma vez por mês.

Considerações finais: esse projeto nasceu de uma reação após ser tratado como sou desde 19/1/2013, quando fiz minha primeira publicação, até o dia mais recente em que concluí como é o mercado editorial e o que falta nele. Ou somos parte do problema ou parte da solução.
A minha solução é essa.

Quem topa participar?

…..

Todo o processo de avaliação já está acontecendo mas, mas ainda dá tempo de você desenvolver uma idéia! Antologias sempre representam uma grande oportunidade para escritores iniciantes. Sendo assim, fale com o organizador Davi Paiva  no Facebook e veja como pode participar!

Gostou do post? Então comente. Não gostou do post?
Comente também! 😉

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Comente aqui suas impressões!