, , , , ,

Conheça e apoie o projeto GALICIA de Marsal Alves Branco

Finalmente mais um dos projetos que eu estava esperando ficou pronto e lançou seu projeto online no Catarse! Esperado por duas razões. Primeiro porque foi criado por um grande amigo e segundo porque tem  uma qualidade e uma “magia” que apreciei demais. Esse é o mundo de Galicia criado por Marsal Alves Branco, um grande artista brasileiro que resolveu me mandar algumas informações que agora compartilho com todos.

Espero que gostem! 😉

Marsal seu doido, o que é Galicia? Como você pode resumir esse projeto?

É uma história em quadrinhos de ficção que narra o encontro de uma guerreira todo poderosa, um fazendeiro moribundo e um artista genial nos caminhos de peregrinação do imenso planeta Galicia.

Sério? Que legal! Então deixa abaixo uma citação bem legal do projeto. Algo que deixe o pessoal interessado!

Em Galicia, nada digital funciona: esses bio-implantes que deixam mais bonitas tuas pernas; as memórias artificiais que acessas sem que precises lembrar nada; os tecno-coquetéis que te fazem sentir um deus… nada disso. Tuas navezinhas e tuas máquinas de pensar não resistem aqui. E se tens de andar três mil quilômetros para chegar a Compostela… só o que te vale são teus dois pés.

Nada? Nem celular? Que coisa. E porque resolveu fazer através de financiamento coletivo? Porque não colocou numa livraria?

13281806_10154193225664725_1383827190_nAs grandes livrarias cobram pelo menos 50 por cento do preço de capa. Sequer arriscam, uma vez que não compram as obras (que são consignadas). Assim, daqueles R$ 60,00 que você paga por uma graphic novel, pelo menos R$ 30,00 vão para as Fnacs, Culturas e Saraivas da vida. Assim, o autor que CRIOU e EXECUTOU a obra (no meu caso três anos de trabalho) fica com algo em torno de R$ 6,00.

Podem chamar como quiserem mas, de onde venho, isso tem um nome muito feio. Por isso, GALICIA não vai para as grandes livrarias (para desespero do meu editor!!). Sei o que isso significa: estou fora do sistema de distribuição! Não me importo.

Não quero a honra de ser roubado e ainda achar que estou fazendo um grande negócio, alimentado a vaidade de “estar nas livrarias”. Não quero perpetuar um sistema editorial que sangra a figura que mais deveria ser cuidada por ele: o autor. O artista ganha 10 por cento, permitindo que um atravessador ganhe 50 por cento sobre TODA A PRODUÇÃO de quadrinhos e livros do Brasil. E os autores mal conseguem pagar suas contas. Deveria dar cadeia. E ainda têm a audácia de dizer que é assim mesmo. É pegar ou largar. Pois largo.

Prefiro um jogo justo: falar direto com o público que, de fato, se conecta com a obra e compra diretamente do autor ou da editora ou nas pequenas livrarias que repassam aos autores preços mais justos. Não às multidões, mas sim às multidinhas. Desviando da grande lógica tradicional de atravessadores, o leitor paga metade do preço por uma boa graphic novel – R$30,00 – e o autor recebe muito mais. Sim, é possível. Basta tirar os ladrões do meio. E não é a única vantagem. Autor e leitores estabelecem um contato direto, trocando impressões e idéias. Isso para mim é valor. Comércio justo. Obviamente, não tenho ilusão de ganhar dinheiro (fazendo quadrinhos?!!).

Mas tento assegurar minha liberdade de fazer as coisas sem concessões e poder conversar diretamente com pessoas tocadas pela obra. Não desejo um comércio anônimo, com autores anônimos e leitores desconhecidos. Morrerei pobre, mas morrerei limpinho.

Então, antes de finalmente divulgar o link do financiamento coletivo, me diga. Quem é Marsal Alves Branco?

Ele é a soma de duas personas conflitantes. O primeiro desenhista militante; o segundo cientista social. O primeiro cria coisas impossíveis e absurdas: uma produção com liberdade e alegria. O segundo estuda as conseqüências nefastas causadas pela atividade do primeiro. O primeiro se diverte. O segundo busca compreender como é possível que o primeiro se divirta quando tudo joga contra.

E você caro leitor, gostou? Se ainda tem dúvidas, dá uma olhada na galeria que coloquei embaixo.
Se sim, acesse o link do Catarse e apoie mais um grande artista brasileiro! https://www.catarse.me/Galicia

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Comente aqui suas impressões!