, , ,

I was born for this (Jorney Game) – Live with the Swedish Radio Symphony Orchestra

Para inspirar, nada melhor do que destilarmos através da música uma série de sentimentos que despertam a verdadeira imaginação.

A trilha sonora é do game Journey, um jogo eletrônico independente desenvolvido pela Thatgamecompany lançado em março de 2012 para o PlayStation. Em Journey, o jogador controla uma figura encapuzada que vaga por um vasto deserto, viajando rumo a uma grande montanha ao longe.

Há a possibilidade de encontrar outros jogadores durante a exploração dos cenários e a única forma de contato possível entre os dois se dá por meio de uma nota musical que o personagem é capaz de emitir.

Ao criar Journey, os desenvolvedores ansiavam construir uma experiência para os jogadores que evocasse sensações de exiguidade e fascínio diante do mundo retratado, e que forjasse uma conexão emocional entre eles e os outros usuários anônimos encontrados durante a jornada. A música, composta por Austin Wintory, responde dinamicamente às ações do jogador e é construída sobre um único tema, que representa o arco emocional que se desenvolve durante a narrativa.

O trabalho foi aclamado pela crítica especializada, sobretudo por sua arte visual e áudio e pelo sentimento de companheirismo criado ao se jogar com um estranho. Críticos definiram a produção como uma “experiência emocional tocante”.

Journey venceu vários prêmios de “jogo do ano” e recebeu muitas outras honrarias, homenagens e indicações, incluindo a “Melhor Trilha Sonora para Mídia Visual” do prêmio Grammy, a primeira ocasião na história da premiação em que um jogo eletrônico concorreu na categoria.

Agora vamos escutar a música e ganhar litros e litros de inspiração!

AUMENTE O SOM E NÃO DEIXE DE COMENTAR! 😉

 

, , , , , , ,

Geeks! Pessoas loucas e extraordinárias.

  • Refletindo sobre o termo GEEK:

Existem diversas matérias sobre o que significa ser Geek. Muitas delas inclusive são compartilhadas e recopiadas por toda a matrix. No entanto, a maioria tenta apenas explicar qual a “verdadeira” definição da palavra Geek e principalmente qual a sua diferença em relação ao termo Nerd.

A atenção dispendida sobre esse assunto é tanta que resolvi comentar um pouco mais sobre um outro ponto que acho bem mais relevante. Como muitas dessas pessoas extraordinárias que se consideram Geeks, podem fazer a diferença no nosso modo de vida.

É claro que precisamos começar de algum ponto. Então vou apenas comentar uma classificação que os dicionários dizem ter relação ao termo Geek e discorrer a partir daí:

  1. Geek é um expert, um entusiasta da tecnologia digital (termo usado com orgulho como auto-referência, mas muitas vezes usado depreciativamente por outros).

Diante dessa frase podemos interpretar então que um Geek é uma pessoa que gosta. Se dedica a entender e até a se especializar no uso ou no desenvolvimento de tecnologias digitais. Além disso é alguém que adota o termo “Geek” com orgulho e não liga para o que as outras pensam dele. Mesmo que usem o termo de forma depreciativa.

matrix-reloded

Cena do Filme – Matrix Reloaded

  • Primeiro ponto importante. O que seria essa tecnologia Digital?

Bem, são tecnologias que surgiram no século XX e que vêm revolucionando a indústria, a economia e toda a sociedade desde então. São formas de armazenamento e de difusão de informação que alteraram a maneira como a humanidade trata seu passado, seu presente e seu futuro.

Isso ocorre principalmente porque arquivos digitais podem ser copiados e difundidos, sem a garantia de que permaneça a marca de um “ dono original”. Isso para alguns é visto como “pirataria” mas para outros é uma forma de aumentar ainda mais o acesso e a disseminação de informação. Enfim, como sempre existem dois lados da moeda e infinitas interpretações.

De qualquer maneira, podemos afirmar que a tecnologia digital permitiu descentralizar a informação, aumentar a segurança de uma série de dados fundamentais e criar novas e maravilhosas tecnologias. E que também a tecnologia digital é o contraponto da tecnologia analógica que sempre dependeu de meios materiais diferentes para existir.

Em resumo, as tecnologias digitais estão presentes em nossos celulares, computadores, televisões, livros digitais e na Internet. Sendo assim, se você usa um desses itens pra trabalhar, se divertir e principalmente, aprender mais sobre o mundo e você mesmo, eu devo dizer, você é um entusiasta ou mesmo um expert dessa tecnologia. Então só falta adotar o termo “GEEK” com orgulho!

87e656e6b8eb40f1a938a8abe9a8e68d

Muitos já adotaram a “moda” de ser Geek.

  • Porque adotar com orgulho o termo GEEK?

Achou estranho essa pergunta? De novo então. Porque você adotaria um termo que muitos consideram ser a classificação de pessoas excêntricas, fãs de tecnologia, games, histórias em quadrinhos, livros, filmes e muito mais?

Exatamente por isso! Porque o termo “excêntrico” e “Geek”, se usado sem malícia pode resumir muito bem “alguém que está interessado em um assunto intelectual ou complexo e que faz disso a sua própria causa”.

E isso já vem acontecendo. O filme A Rede Social de 2010 que conta a história do Facebook, mostrou que os termos geek e nerd já são associados a pessoas bem-sucedidas como Bill Gates, Steve Jobs e Mark Zuckerberg. Em outro momento uma reportagem da revista New Scientist disse “Um recado a quem quer ser presidente: contrate geeks, não eruditos”.

Enfim, tem havido uma mudança no sentido atribuído aos geeks e atualmente muitos acreditam que o termo caracterize alguém que tenha um conhecimento aprofundado de uma determinada área, de alguém que seja um verdadeiro apaixonado por um assunto. Assim,  em geral, o termo geek vem sempre acompanhada de outra descrição, como “geek dos games”, “geek da história”, “geek da música” ou mesmo “geek da cozinha”.

Mesmo o autor britânico Neil Gaiman (criador da série Sandman) comentou uma vez que estava fascinado pela rapidez com que as palavras Geek e Nerd ganharam um novo sentido na Grã-Bretanha desde os anos 1980. Originalmente esses termos eram ofensas, mas foram incorporados pelos ‘ofendidos’ como uma honra.

Sendo assim, mais e mais pessoas estão virando entusiastas dessa classificação e dos interesses associados a elas.

  • Mas isso não é apenas mais uma modinha?

b341f194db42b23705de395fe630d607É verdade que hoje em dia, várias marcas estão aproveitando para ganhar dinheiro com a exploração dos termos nerd, geek, hipster, etc. No entanto, o que realmente importa é que muitas dessas pessoas, principalmente aquelas que adotam os assuntos intelectuais e complexos são as vêm mudando o planeta.

Pense da seguinte maneira. O que livros de fantasia e scifi discutem? Ou filmes como Star Wars e Startrek? Ou os jogos mais avançados? Em sua grande maioria eles nos apresentam diferentes possibilidades do que estamos fazendo com o mundo hoje. E é essa reflexão e mudança de atitude que importa!

Dificilmente muitos dos universos utópicos ou distópicos apresentados nos filmes e games irão acontecer no nossso tempo de vida. No entanto, nossos filhos e netos irão experimentar um mundo diferente do nosso. E a possibilidade dele ser bom ou ruim só depende da nossa capacidade de saber usar da tecnologia e da informação, para transformar o planeta e nós mesmos. Por isso que é importante essa discussão, e por isso que é importante abraçar de forma apaixonada as coisas que você faz. Independente da área que você escolher.

  • Então todo mundo pode ser um Geek?
geeks3

Geek é uma pessoa apaixonado pelo que faz!

Sim! Todo mundo é um pouco Geek! Tudo depende de como você se identifica com alguma tendência que use da informação e tecnologia. Mas no mundo moderno de hoje, todo mundo tem um pouco de Geek dentro de si. Uma curiosidade sobre isso, em 2013 Burr Settles, um engenheiro de softwares, estudou 2,6 milhões de postagens no Twitter para fazer uma associação entre as palavras mais utilizadas na associação dos termos Nerd e Geek. O que ele descobriu foi que “nerd” estava mais relacionado as palavras “SUDOKU”, “PALESTRAS” e “OXFORD”, ou seja, nerd é aquele que estuda muito. Já “Geek” teve relação com as palavras “CULTURA”, “TECNOLOGIA” e “iPOD”, o que significa que o termo é dado a pessoas apaixonadas pela informação contida nos games, filmes e tecnologia.

Esse método serviu para mostrar que a visão das pessoas em relação a esses termos é algo orgânico e mutável e que vem sendo adotado cada vez mais. Hoje já podemos encontrar o “sports geek” que define alguém fascinado por esportes a ponto de estudar a fundo o assunto.

 

Enfim, ser nerd ou geek deixou de ser estranho, porque estes termos ficaram massificados. Isso não quer dizer, entretanto, que o preconceito caiu por terra. Estes termos não fazem das pessoas melhores ou piores: apenas as faz lidar de modo diferente com determinadas situações. Estamos vivendo uma revolução do termo. Resumindo, ser geek, é ser apaixonado pelo que faz, é ter opinião própria.

Então aproveite a onda, agarre com força sua paixão e mude o mundo com ela. Pode ser na moda, nos games, na literatura ou mesmo nas formas em que fazemos negócios! O mundo precisa de pessoas que fazem as coisas diferentes.

Falando sobre isso, devo citar uma passagem da poesia criada pela escritora de Avany Morais.

Falar de loucos é falar de sábios!
Posto que, loucos veem além da visão…
Sentem nos lábios a essência da vida
E discordam, sem pedir permissão.

Loucos… Precisamos destes loucos
Para virar a mesa, jogar o jogo bruto,
Mudar o mundo, as regras, não aos poucos,
Mas mudar abruptamente, num espaço curto.

geeks

Isso aí! Os loucos são os sábios. São os Geeks. São aqueles que revolucionam o mundo, que fazem o mundo sair da mesmice e do marasmo.E se no final você não concorda com a minha afirmação. Então só reflita sobre a seguinte frase que já foi atribuída ao cientista Albert Einstein e a escritora Rita Mae Brown.

Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes.

Então faça diferente, faça de forma apaixonada e não ligue para o que os outros pensam. Seja Geek!

E para concluir. Como já disse Bill Gates: “Seja simpático com os estudiosos – aqueles estudantes que os demais julgam como uns idiotas. Existe uma grande possibilidade de vocês virem um dia a trabalhar para eles”

E sempre que estiver precisando de inspiração. Acesse www.radiogeek.com.br e participe desse movimento!

banner

 

, , , ,

ROTEIROS PARA GAMES: COMO PRODUZIR?

Recentemente eu tive uma discussão bem legal com Edson Rossatto sobre dois assuntos que gosto muito. A escrita e a produção de Games.
Acesse abaixo e confira a entrevista completa do programa em contexto!

 

Fico no aguardo de seus comentários! 😉

, , , , , ,

Contos de Fadas não são histórias infantis.

1. Contos de Fadas não são brincadeira.

lobo mau

Lobo Mau?

A origem dos contos de fada nunca foi uma brincadeira de criança porque as tramas criadas pelos camponeses envolviam muitas vezes cenas de sexo, violência e fome.

Os detalhes violentos e libidinosos das histórias que povoavam aquela época foram criados e passados de geração para geração por trabalhadores analfabetos, que se sentavam à noite em volta de fogueiras para contar histórias. Nestas reuniões, ou veillées como era chamado pelos franceses, as mulheres narravam seus casos enquanto fiavam e teciam, o que originou expressões como “tecer uma trama” e “costurar uma história”.  Enquanto isso, os homens consertavam suas ferramentas ou quebravam nozes sem descanso pois, aquele era o universo dos camponeses franceses pré-Revolução, nos séculos 17 e 18. Leia mais

, , , ,

Last of Us – Um jogo que realmente vale a pena!

thelastofus

Qualquer escritor ou gamer deveria conhecer e estudar o jogo Last of Us. Um dos melhores games da atualidade com uma história tão profunda quanto os sentimentos humanos representados digitalmente. Leia mais

, , , , , ,

Vídeo da Semana: Be Geek!

A produção de livros continua a toda, mas queria compartilhar com vocês esse vídeo. Logo mais terei novidades interessante sobre esse site! 😉

 

Parabéns a produtora 3 Monkeys pela edição! 😉

, , ,

O quão alto? O quão longe?

A história da humanidade é forjada através dos erros e conquistas de todos os seres humanos.

Enquanto alguns dizem “Isso é impossível!” outros perguntam “Vamos fazer de novo?”.

O quão alto? O quão longe? Essa é a pergunta que sempre me motivou e sempre vai me motivar. Espero que todos tenham a mesma visão, cada um no sua área e na sua especialidade.

Esse pensamento deveria guiar todos os nossos pensamentos…

Leia mais

, , , , ,

Escrevendo para as novas tecnologias – Parte 1:

Esse texto faz parte de um artigo constituído de 8 partes, todo ele foi expandido e atualizado a partir de uma palestra que realizei durante o evento LIVROS EM PAUTA que aconteceu no dia 30 de maio de 2015.

O papel do escritor na criação dos Games.

Quando pensamos no trabalho de um escritor em um livro ou um filme, é mais fácil entender o que ele faz. No entanto, quando pensamos no trabalho de um escritor durante a produção de um jogo de computador as coisas se tornam um pouco mais nubladas. Sendo assim, reflita sobre a questão antes de continuar lendo o texto.

poesia

Qual é o papel do escritor na produção de um Game?

Essa pergunta pode parecer difícil mas a responsabilidade fundamental para um escritor continua sendo a de criar através da escrita. Ou seja, ele é o responsável por preencher uma lacuna dentro da produção de um jogo que, francamente, outros não podem preencher. Leia mais

, , , ,

Vídeo da Semana: Fallout 4

Fallout é uma série de jogos de computador que se utiliza de uma temática de apocalipse nuclear.

O jogo foi criado pela Interplay Entertainment e apesar da série se passar durante os séculos 22 e 23, ele é uma obra Retrofuturística muito influenciado pela cultura do pós-guerra de 1950 da América apresentando uma combinação de esperança com as promessas da tecnologia misturadas com o medo de uma aniquilação nuclear. Leia mais

, , ,

Vídeo da Semana: Game cria um universo completo pra você explorar!

Passei o dia acompanhando os vídeos e as notícias de um jogo Indie que fez muito sucesso na última E3 e decidi dividir com todos.

No Man’s Sky é um jogo de ficção científica onde você pode se aventurar e explorar uma galáxia inteira! \o/

O jogo fo111i desenvolvido e publicado pela Hello Games e contará com um universo aberto, onde o jogador fica livre para explorar e atualizar sua nave espacial.

A coisa mais impressionante desse jogo é que os vários mundos são gerados proceduralmente, ou seja, todos os ecossistemas, oceanos e animais são criados pelo computador em infinitas possibilidades!

Leia mais